quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Microempresas e empresas de pequeno porte de Pernambuco terão apoio para desenvolvimento de produtos



Com o objetivo de apoiar atividades de pesquisa e desenvolvimento de processos e/ou produtos inovadores de microempresas e empresas de pequeno porte do estado de Pernambuco, a Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco (Facepe) está com edital aberto para selecionar propostas empresariais na modalidade de Subvenção Econômica à Inovação. O Edital, conhecido como Pappe Integração, receberá propostas até 14 de março de 2013.
As propostas devem ser apresentadas sob a forma de projeto de pesquisa e encaminhadas à Facepe via internet pelo representante legal da empresa proponente, por intermédio do Formulário de Solicitação de Subvenção Econômica a Projeto de Inovação (modalidade SIN) no Sistema AgilFAP na página da Fundação – disponível em http://agil.facepe.br/.
Após logar-se no Sistema AgilFAP, o representante deverá escolher o módulo “Subvenção Econômica” dentro do menu “Formulários”, e abrir o link da modalidade “SIN – Subvenção à Inovação”. Maiores informações podem ser obtidas pelo e-mail inovacao@facepe.br.
A iniciativa da Fecepe visa ao aumento da competitividade das empresas de Pernambuco, especialmente em temas e setores prioritários para o Estado. Inicialmente, estão sendo destinados, para esta rodada do edital, cerca R$ 4 milhões, com recursos da Facepe e da Financiadora de Estudos e Projetos – Finep.
O Pappe Integração – O Programa de Apoio à Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação em Microempresas e Empresas de Pequeno Porte na Modalidade Subvenção Econômica nas Regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste – Pappe Integração visa ao apoio financeiro, na forma de subvenção econômica, ao custeio de atividades de pesquisa, desenvolvimento e/ou inovação (P,D&I) realizados por microempresas e empresas de pequeno porte (MEEPPs), de acordo com a Lei nº 10.973, de 2 de dezembro de 2004 (Lei da Inovação).
O programa é executado descentralizadamente nos estados brasileiros pelas Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (FAPs), sendo co-financiado pela Finep.
Subvenção Econômica à Inovação – foi instituída pela Lei da Inovação (Artigo 17 da Lei nº 11.196 de 21 de novembro de 2005), que considera “inovação tecnológica a concepção de novo produto ou processo de fabricação, bem como a agregação de novas funcionalidades ou características ao produto ou processo que implique melhorias incrementais e efetivo ganho de qualidade ou produtividade, resultando maior competitividade no mercado”.
Fonte:http://pedesenvolvimento.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário